Embodying Meditation

Kamakshi Nanda
Kamakshi Nanda
  • Atualizado

pexels-andrea-piacquadio-3760611-scaled.jpg

Meditar conduz a uma melhoria da sua capacidade de manter a concentração. Quando orientada através das várias abordagens da prática, conseguirá aumentar e prolongar os seus momentos de tranquilidade e paz interior. A sua consciência evolui por forma a adquirir um maior sentido de clareza, agilidade e facilidade.

Já terá agora controlo suficiente sobre a sua mente, pelo que será fácil para si concentrar-se num objeto ou em palavras. Através da prática regular da meditação a sua consciência foi-se fortalecendo, pelo que a concentração por longos períodos de tempo já não é difícil. Resumindo, enquanto inicialmente conseguia pensar na pintura ou no cântico de três palavras de forma algo hesitante, depois, gradualmente, durante mais alguns minutos, sem hesitar, agora está finalmente a manter o seu estado meditativo sem interrupções por muito mais tempo, chegando possivelmente até a uma hora.

Pode perguntar-se: o que mais existe na Meditação?

Atenção Concentrada → Meditação sem Esforço → Absorção Meditativa

Em poucas palavras: um último capítulo de felicidade total.

Começando pelo nível de Atenção Concentrada, evoluiu para a Meditação sem Esforço. O que o espera agora é alcançar o nível Absorção Meditativa: um estado de perfeita consciência. Esta última fase da consciência distingue-se dos seus dois níveis anteriores em termos da sua pureza. Pense nisto como um processo de destilação nas duas primeiras fases: ferver (Atenção Concentrada) e condensar (Meditação sem Esforço) para que a sua mente atinja o objetivo final de uma consciência na sua forma mais pura e concentrada, a Absorção Meditativa.

Considere a Absorção Meditativa como um dos cumes da sua viagem de autodescoberta e de ligação corpo-mente-alma. Um cume para escalar e agarrar numa viagem unidirecional contínua de crescimento, para atingir o nirvana e o aprofundamento espiritual.

Em que é que consiste a próxima etapa da Meditação?

No mais elevado estado meditativo, em que quem medita tem como objetivo atingir uma assimilação completa. Nesse estado, ficará total e completamente despojado das suas filosofias, das suas ideologias de vida, dos seus medos, das suas angústias, da sua ira e até mesmo da sua felicidade. Sim... nesta última etapa, não há pensamentos troantes que lhe perturbem a mente. É um estado do nada, onde o seu estado de consciência apurada é tudo. Nem sequer pensará nesse nada, porque então correria o risco de fazer desse nada o seu objeto.

Neste ponto, não haverá qualquer diferença entre si, os objetos ou as palavras. Todos são o mesmo. Todos os seus sentidos ficam parados e todas as outras mensagens cerebrais que circulam para os outros órgãos sensoriais estão agora centradas na sua mente. O objeto ou as palavras estão inteiramente à mercê do seu comando mental.

Simplificando, deixará de haver objetos ou mantras entre si e o seu eu interior... existirá apenas a sua consciência apurada. É um estado onde não só não terá pensamentos, como também não terá corpo. A sua respiração também terá desaparecido. Tudo o que restará será apenas a nudez da sua consciência.

Por outras palavras, a sua consciência, o próprio processo de meditação e o objetos ou mantras serão fundidos num só.

Neste apogeu, já não estará consciente do "eu" que há em si. Este estado meditativo permite-lhe desbloquear uma fundação mais profunda do que a reatividade do seu ego. Com a dissolução do "eu", o seu santuário interior, até agora desprotegido, tornar-se-á o seu escudo contra as externalidades do mundo lá fora.

pexels-anastasia-shuraeva-8795583-scaled-e1658402768295.jpg

A Absorção Meditativa dar-lhe-á o verdadeiro poder... só então compreenderá o quão mais completo e maior está como ser humano do que julgava ou sentia antes. A meditação permeia lentamente cada nanossegundo da sua vida, à medida que passa a integrar cada momento do seu dia

Enquanto vive, dorme, caminha e respira meditação, passará a encarná-la, não só fisicamente, mas também emocional e espiritualmente. Uma sensação de calma permanente começará a ser parte de quem é. A agitação contínua das suas emoções nas duas etapas anteriores da meditação desaparecerá agora completamente. Na ausência total de ego, sentirá uma compaixão sagaz pelos seus concidadãos. As suas células corporais empoderadas conduzirão a uma redução das dores corporais, à diminuição da pressão sanguínea e da depressão. O córtex pré-frontal do seu cérebro, o centro das hormonas da atenção, da personalidade, das emoções, das memórias, das boas sensações, mudará para o modo constantemente "ligado", o que significa um "eu" mais feliz e com boas perspetivas.

Finalmente reunido com o seu espírito interior, desenvolverá um amor mais profundo por si próprio... e pelo mundo em que vive.

Podemos pensar que se trata de uma linha de progressão direta, simples e linear, para a Absorção Meditativa, como se a nossa consciência pudesse ser trabalhada passo-a-passo ao longo do tempo. Mas muitos grandes mestres recordam-nos que devemos ser humildes e aceitar que, embora o progresso que façamos seja unidirecional e singularmente positivo, só conseguiremos chegar ao nosso destino através de pequenas etapas circulares e não por um caminho linear.  E que teremos de nos esforçar para alcançar este paraíso.

Este artigo foi útil?

Utilizadores que acharam útil: 0 de 0

Tem mais dúvidas? Submeter um pedido

Comentários

0 comentário

Por favor, entrar para comentar.